Britânicos devem reduzir gastos no Natal, diz estudo

Os britânicos gastarão menos neste Natal do que há um ano, já que as rendas em queda conterão a tradicional gastação, de acordo com um relatório publicado na quinta-feira.

REUTERS

03 de novembro de 2011 | 15h47

O grupo de pesquisas Decipher prevê que os gastos cairão 0,6 por cento em dezembro, em relação ao mesmo período do ano passado. Isso significa 200 milhões de libras (319 milhões de dólares), com uma subida de 1,4 por cento nas vendas de alimentos ofuscadas com a queda de 2,2 por cento nos gastos em produtos gerais, em especial nos produtos elétricos.

"As pessoas de fato gostam de colocar suas preocupações de lado no Natal. Entretanto, neste ano acreditamos que as realidades financeiras prevalecerão sobre a emoção", disse o principal consultor da Decipher, Matt Piner.

"A verdade é que a família média viu a renda disponível cair 2,1 por cento ao longo do último passado. Isso provocará um gasto geral menor."

Com a previsão de que o preço das lojas suba 1,6 por cento, a Decipher prevê uma queda de 2,3 por cento no volume das vendas em dezembro.

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHANATAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.