Brown e Sarkozy fecham acordo para estimular usinas nucleares

Líderes querem exportar a tecnologia para o resto do mundo, a fim de combater a mudança climática

Efe,

22 de março de 2008 | 11h54

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, anunciarão na próximo semana um acordo de cooperação para criar uma nova geração de usinas nucleares, informa neste sábado, 22, o jornal The Guardian. Os dois líderes querem exportar essa tecnologia para o resto do mundo, a fim de combater a mudança climática.   Veja também:   Sarkozy anuncia que reduzirá arsenal nuclear aéreo da França   Brown e Sarkozy divulgarão o plano conjunto na reunião que terão na próxima quinta-feira no estádio do Arsenal, em Londres, durante a visita que o líder francês fará ao Reino Unido de 26 a 27 de março.     O governo britânico já aprovou, em janeiro do ano passado, a construção de uma nova geração de usinas nucleares, mas agora pretende aproveitar a ampla experiência francesa nesse campo para implementar o projeto.   Quase 80% da eletricidade da França provém de sua avançada indústria nuclear, enquanto essa porcentagem é de 20% no Reino Unido, cujas centrais atômicas ficaram obsoletas, precisa o Guardian.   Brown espera que o plano de cooperação permita a ambos os países vender usinas nucleares para outras nações durante os próximos quinze anos. Segundo o jornal, a iniciativa anglo-francesa causará polêmica entre os críticos da energia nuclear, que acham que é perigosa e advertem sobre a dificuldade de eliminar seus resíduos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.