Associated Press
Associated Press

Brown se desculpa por erro em carta a mãe de soldado morto

Primeiro-ministro britânico endereçou carta à 'Sra. James', mas grafia correta seria 'Janes', segundo o 'The Sun'

Agência Estado e Associated Press,

09 Novembro 2009 | 11h37

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, entrou em contato pessoalmente com a mãe de um soldado britânico morto no Afeganistão para explicar a ela que errou sem querer a grafia do nome da família em uma carta de condolências escrita aos familiares, informou nesta segunda-feira, 9, a assessoria de imprensa do chefe de governo.

 

De acordo com um porta-voz, assim que ficou sabendo do erro, Brown entrou pessoalmente em contato com Jacqui Janes "para deixar totalmente claro que não pretendia ofendê-la" e para expressar sua solidariedade para com ela.

 

Ainda segundo o porta-voz, Brown manifestou admiração e agradeceu pelo sacrifício do filho de Jacqui, Jamie Janes, de 20 anos. O primeiro-ministro também prometeu fazer tudo o que estiver a seu alcance para ajudá-la.

 

Na carta, publicada pelo tabloide sensacionalista The Sun, Brown chamou-a de "senhora James", ao invés de Janes. Citada pelo jornal, a mãe do soldado morto disse ter considerado a carta "desrespeitosa".

Mais conteúdo sobre:
Brown Reino Unido Afeganistão carta

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.