Bulgária nomeia ex-espião comunista como vice-ministro

Radion Popov, que foi impedido de ser deputado no seu país, atuará no Ministério de Assuntos Exteriores

Efe,

07 de junho de 2008 | 17h07

O primeiro-ministro da Bulgária, Sergei Stanishev, nomeou o ex-agente da inteligência militar da era comunista, Radion Popov, como novo vice-ministro de Assuntos Exteriores do país balcânico, informou neste sábado, 7, a imprensa local. Popov, que foi militar na Embaixada búlgara em Madri após as mudanças democráticas em seu país em 1989, substitui o membro do partido dos étnicos turcos na Bulgária, Feim Chaushev. Popov, que renunciou a seu cargo de diplomata no final de março após publicações na imprensa de que possuía uma dupla identidade, foi retirado de Madri em 1999, a pedidos do então ministro da Defesa da Bulgária, Boyko Noev, que solicitou ao Governo esta medida por suspeitar que o diplomata tinha cometido fraudes financeiras e irregularidades administrativas. Em 2001 Popov, que também foi diplomata na Síria e no Egito, apresentou sua candidatura como deputado nas eleições parlamentares na Bulgária, mas foi tirado das listas por seu passado nos serviços secretos militares comunistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.