Caixas-pretas do Boeing-737 são encontradas na Rússia

Queda de aeronave que viajava de Moscou para Perm matou 88 pessoas; causas são desconhecidas

Agências internacionais,

14 de setembro de 2008 | 04h29

As equipes de resgate encontraram neste domingo, 14, as duas caixas-pretas do avião Boeing-737 da companhia aérea russa Aeroflot que caiu esta madrugada em Perm, perto dos Montes Urais. Acidente matou 88 pessoas.   Avião cai na Rússia e mata 88 passageiros   "Agora se discute o destino dessas caixas-pretas", informou Irina Neznamova, funcionária da Promotoria de Perm, citada pela agência Interfax.   As caixas serão provavelmente envidadas para sua análise a Moscou, que se encontra a cerca de 1.700 quilômetros ao Leste de Perm, segundo as agências russas.   O acidente   O Boeing-737 era operado por uma divisão da companhia Aeroflot. A aeronave viajava de Moscou para Perm e caiu por volta das 3h40 do horário local (20h40 no Brasil) deste sábado, segundo a porta-voz do Ministério das Situações Emergenciais Irina Andrianova.   De acordo com Irina, o avião foi encontrado em uma região deserta. Segundo autoridades oficiais, todos os passageiros, entre os quais sete crianças, morreram na queda. Não houve danos ou mortes em terra.   A causa do acidente pode ter sido um incêndio em uma das duas turbinas do avião, que realizava o vôo regular 821 entre Moscou e Perm.   O avião saiu de Moscou e perdeu o contato com a torre de controle quando começou a diminuir a altitude para aterrissar em Perm, a 1.800 metros de altura, de acordo com a agência Interfax.   A Rússia e outros países da antiga União Soviética possuem os piores registros de tráfego aéreo do mundo, segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo.   Especialistas apontaram o fraco controle governamental, o treinamento fraco de pilotos e uma mentalidade de corte de custos entre as razões que afetam a segurança de vôo.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiaaviãoacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.