Cameron rejeita por ora referendo sobre permanência britânica na UE

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse nesta quarta-feira que não é favorável à realização de um referendo sobre a permanência ou saída da Grã-Bretanha da União Europeia agora, mas disse que acha correto renegociar o seu papel no bloco.

Reuters

16 de janeiro de 2013 | 10h46

"Eu não acho que seria certo para a Grã-Bretanha fazer um referendo de saída ou não hoje, porque acho que estaríamos dando ao povo britânico uma opção falsa", disse Cameron ao Parlamento.

(Reportagem de Peter Griffiths e Andrew Osborn)

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHACAMERONREFERENDOUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.