Caminhoneiro italiano é atropelado durante protesto anti-reforma

Um manifestante que participava dos protestos dos caminhoneiros contra o aumento do preço do combustível na cidade de Asti, ao norte da Itália, foi atropelado e morto em um suposto acidente nesta terça-feira, afirmou um policial.

REUTERS

24 de janeiro de 2012 | 07h52

O italiano foi atropelado por um caminhão dirigido por um alemão, disse o oficial.

Caminhoneiros na Itália bloquearam rodovias em todo o país por causa de reformas do governo, que fazem parte das medidas para abrir a competição em setores protegidos, incluindo transportes, para criar mais empregos.

Ferroviários, proprietários de postos de gasolina, farmacêuticos e advogados anunciaram que também paralisarão as atividades, ressaltando uma crescente oposição às medidas do primeiro-ministro Mario Monti para controlar a crise de dívida e estimular o crescimento.

As exigências dos caminhoneiros incluem facilitação das leis para reembolso de taxas sobre os combustíveis, corte nos custos do seguro e restrição a operadores de transportes sem licença.

Na segunda-feira, um porta-voz da Fiat disse que quatro de suas fábricas na Itália parariam a produção a partir desta terça-feira.

(Por Sara Rossi)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIACAMINHONEIROACIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.