Campanha antinuclear dá popularidade recorde a verdes alemães

O Partido Verde alemão atingiu a maior popularidade da sua história, empatando pela primeira vez com o principal partido de oposição, o Social Democrata, segundo uma pesquisa do instituto Forsa publicada na quarta-feira pela revista Stern.

ERIK KIRSCHBAUM, REUTERS

22 de setembro de 2010 | 09h58

O apoio ao Partido Verde passou de 22 para 24 por cento em uma semana, refletindo a adesão popular à sua campanha para impedir o governo de ampliar o uso da energia nuclear.

Os verdes foram autores da lei que prevê o fechamento das usinas nucleares do país até 2021, mas o atual governo conservador quer prorrogar seu uso em 12 anos.

Na pesquisa, os verdes e os social-democratas obtêm juntos 48 por cento das intenções de voto, contra 34 por cento da coalizão conservadora formada pelos partidos União dos Democratas Cristãos e Partidos dos Democratas Livres.

As pesquisas mostram também que a maioria dos eleitores é contra a manutenção da energia nuclear. A oposição promete ir à Justiça para impedir que isso ocorra.

Tudo o que sabemos sobre:
ALEMANHAPVCAMPANHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.