Reprodução/ South Park
Reprodução/ South Park

Canal russo corta cena de Putin em South Park

Primeiro-ministro russo é retratado como líder mesquinho e desesperado no episódio da série americana

Agência Estado e Associated Press,

10 de julho de 2009 | 11h31

Uma emissora de televisão russa cortou um trecho do seriado americano South Park que zombava do primeiro-ministro russo, Vladimir Putin. O canal 2X2 não exibiu as cenas que retratavam Putin como um líder mesquinho e desesperado, disse o porta-voz da emissora. A decisão despertou críticas e furiosas discussões em blogs russos.

 

Não se sabe se a decisão, envolvendo um episódio da série que foi ao ar originalmente nos Estados Unidos em 2005 e na última terça-feira, 7, na Rússia, foi tomada por executivos do canal ou por agentes reguladores. Perguntado sobre a cena cortada, o porta-voz Andrei Andreyev disse à Associated Press por e-mail que "a cena em questão foi retirada da versão apresentada". Ele afirmou que foi a terceira vez que a versão editada do episódio foi ao ar neste ano e negou-se a comentar o motivo da censura.

 

O órgão regulador de radiofusão da Rússia, o Rosskomnadzor, disse que não tinha informações sobre o incidente. "Nós nunca interferimos em decisões editoriais", disse Yevgeny Strelchik.

 

O colapso da União Soviética aliviou o controle sobre a divulgação de informações e abriu caminho para a realização de programas de sátira ao governo, populares nos anos 1990. Mas sob a presidência de Putin houve uma perceptível mudança desse cenário. O canal NTV foi obrigado a retirar do ar seu programa satírico com bonecos em 2002, depois que o Kremlin ter se oposto às sátiras feitas a Putin.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.