Carro-bomba explode no norte da Espanha sem deixar feridos

Aviso telefônico permite que polícia esvazie o local; sobe para 14 os ataques terroristas do grupo em 2008

Efe e Reuters,

19 de maio de 2008 | 07h22

Um carro-bomba explodiu nesta segunda-feira, 19, na cidade de Getxo, localizada no litoral basco, mas um alerta telefônico do grupo separatista basco ETA permitiu que a polícia esvaziasse o local e ninguém ficou ferido, informaram autoridades locais.    A explosão aconteceu cinco dias depois de um carro-bomba colocado do lado de fora de um quartel em Legutiano, também na região do País Basco, matar o guarda civil Juan Manuel Pinuel. A bomba em Getxo foi deixada em uma van do lado de fora do Clube Marítimo, causando danos consideráveis a prédios. A ETA já matou mais de 800 pessoas em quatro décadas de luta pela independência do País Basco, região localizada no norte da Espanha e sul da França. Pesquisas mostram que os bascos não querem a independência da Espanha, mas sim mais autonomia para a região.   O grupo rompeu em dezembro de 2006 uma trégua de nove meses com um atentado no estacionamento do aeroporto madrileno de Barajas, que provocou a morte dos equatorianos Juan Carlos Palate e Diego Armando Estacio. Com este atentado, já são 14 os ataques terroristas da ETA cometidos em 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaETA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.