Casa Branca enviará vice-presidente a Kiev em meio a escalada de conflito com a Rússia

A Casa Branca disse no sábado que o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, viajará para Kiev neste mês para mostrar apoio ao governo ucraniano.

Reuters

13 de abril de 2014 | 10h42

A viagem de Biden ocorrerá em um momento em que autoridades norte-americanas têm expressado preocupação sobre a "violência e sabotagem" cometidas no leste da Ucrânia por militantes que, segundo eles, são aparentemente apoiados pela Rússia.

Biden, com viagem para Kiev marcada para 22 de abril, será o mais alto funcionário dos EUA a visitar o país desde o início da crise.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, falou por telefone com o ministro do Exterior russo, Sergei Lavrov, disse o Departamento de Estado norte-americano.

Durante o telefonema, Kerry "mostrou forte preocupação de que os ataques por militantes armados do leste da Ucrânia em 12 de abril tenham sido orquestrados e sincronizados, semelhantes a ataques anteriores ao leste da Ucrânia, na Crimeia", disse um alto funcionário do Departamento de Estado, falando anonimamente.

(Por Roberta Rampton)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAEUABIDEN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.