Casal francês é preso após polícia encontrar 8 recém-nascidos mortos

Todos os bebês mortos eram filhos do casal e estavam em duas partes de sua propriedade

AP,

28 de julho de 2010 | 18h39

PARIS- Um casal francês foi preso nesta quarta-feira, 28, após a polícia ter encontrado oito cadáveres de bebês recém-nascidos em um vilarejo do norte da França, afirmou uma fonte judicial.

 

Segundo o oficial, que falou sob condição de anonimato, o homem e a mulher detidos, que têm por volta de 40 anos, eram os pais das crianças mortas, e seus corpos foram descobertos em duas partes diferentes de sua propriedade em Villers-au-Tertre.

 

A polícia interditou a casa do casal e continua as buscas na área. O procurador da região norte da França planeja conceder uma coletiva de imprensa sobre o caso amanhã.

 

A França tem visto uma onda de casos nos últimos anos de mães que matam seus filhos e escondem os corpos das crianças.

 

Em um caso, Celine Lesage foi condenada em março a 15 anos de prisão depois de admitir em um tribunal que matou seis de seus recém-nascidos, cujos corpos foram encontrados em sacos de plástico no lixo de seu edifício, também no norte da França.

 

Outra mulher francesa, Veronique Courjault, foi culpada no ano passado por assassinar três de seus quatro bebês. O marido dela descobriu dois deles em um freezer. Durante o julgamento, psiquiatras descobriram que ela sofre de uma doença psicológica conhecida como "negação da gravidez".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.