Casas de apostas britânicas suspendem jogos sobre saída grega do euro

Quer arriscar um palpite sobre a saída grega do euro? Talvez seja tarde demais.

RHYS JONES, REUTERS

10 Maio 2012 | 10h44

Uma disparada nas apostas levou as maiores casas de apostas britânicas, William Hill e Ladbrokes, a suspender esses jogos depois de cortarem repetidamente o prêmio no caso de a Grécia deixar a moeda única europeia até o final do ano.

O fracasso dos líderes gregos em formar um governo reavivou as especulações de que a Grécia seria excluída da zona do euro.

"“É mais seguro para nós suspendermos as apostas do que continuarmos reduzindo a probabilidade (de permanência)", disse um porta-voz da Ladbrokes. "Estamos cortando as probabilidades repetidamente nos últimos dias. Se tivermos alguma notícia positiva, vamos abrir as apostas outra vez."

A Ladbrokes continua aceitando apostas quanto à chance de a Bolsa de Atenas perder mais de 25 por cento do seu valor em um único pregão até o final de 2012.

E, se você acha que a exclusão grega será apenas o começo do fim do euro, a Ladbrokes aceita palpites sobre a chance de a própria moeda única deixar de existir até o final de 2012. Atualmente, tal ocorrência renderia um prêmio de 33 vezes o valor apostado.

A Ladbrokes, que tem 2.100 filiais na Grã-Bretanha, paga 5-6 para a hipótese de o euro deixar de existir até o fim de 2015, e 4-1 para a hipótese de dois ou mais países deixarem a moeda única até o final do ano.

Mais conteúdo sobre:
GRECIA EURO APOSTAS SUSPENSAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.