Salvatore Di Nolfi/Keystone via AP, Pool
Salvatore Di Nolfi/Keystone via AP, Pool

Chanceler russo Lavrov é boicotado durante discurso na ONU

O encontro aconteceu nesta terça-feira, em Genebra; representantes do Brasil estavam presentes no local e não aderiram ao boicote

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de março de 2022 | 11h45

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, foi boicotado durante discurso em uma conferência sobre desarmamento na ONU nesta terça-feira, 1º, em Genebra. Diversos embaixadores, ministros e diplomatas se retiraram da sala em forma de protesto no momento em que o chanceler se dirigia aos membros presentes no encontro. 

No entanto, o Brasil não participou do boicote e foi um dos únicos países a permanecer no local. A conduta do País se assemelha com o que já foi dito pelo Presidente Jair Bolsonaro ao afirmar ser "neutro" diante da guerra. 

O discurso de Lavrov foi feito através de videoconferência. Na segunda-feira, 28, um porta-voz da missão russa havia acusado vários países não identificados da União Europeia de estarem bloqueando "deliberadamente a rota de voo do avião do ministro para Genebra". 

Conforme informações da delegação Alemanha, 140 pessoas abandonaram a sala de reunião quando o representante do presidente Putin se pronunciou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.