Chanceler russo alerta para 'nova onda de sangue' na Ucrânia

O chanceler russo, Sergei Lavrov, pediu a suspensão da operação militar da Ucrânia contra rebeldes separatistas no leste do país em uma conversa telefônica com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, nesta terça-feira, alertando para "um novo ciclo de derramamento de sangue".

REUTERS

01 Julho 2014 | 16h53

"Lavrov ressaltou que a decisão do presidente (ucraniano) Petro Poroshenko de não ampliar o cessar-fogo ... desencadeia um novo ciclo de derramamento de sangue, com consequências imprevisíveis para o Estado ucraniano", afirmou o Ministério das Relações Exteriores em um comunicado.

A chancelaria russa afirmou que Kerry tinha dado garantias, durante uma ligação por iniciativa dos EUA, sobre o desejo de Washington de encontrar uma solução pacífica para o conflito, mas "reconheceu que há diferenças nas abordagens sobre a forma de alcançar este objetivo".

(Reportagem de Alissa de Carbonnel)

Mais conteúdo sobre:
RUSSIAUCRANIAVIOLENCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.