Chávez pede que Zapatero mande cumprimentos a rei da Espanha

Chávez qualificou de "muito construtivo" o encontro com Zapatero

EFE,

17 de maio de 2008 | 01h08

O governante da Venezuela, Hugo Chávez, pediu nesta sexta-feira, 16, ao presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, que enviasse cumprimentos ao rei Juan Carlos, a quem considera um "velho amigo". Além disso, Chávez qualificou de "muito construtivo" o encontro com Zapatero durante a 5ª Cúpula América Latina-Caribe-União Européia (EU-LAC, na sigla em inglês), em Lima, e disse que Venezuela e Espanha deram "o primeiro passo" para a normalização das relações, após o incidente da última Cúpula Ibero-Americana, quando o rei mandou o presidente venezuelano se calar. "O que aconteceu no Chile (na Cúpula Ibero-Americana) foi um episódio de uma dinâmica muito rica e muito apaixonada, mas podemos dizer que, a partir de hoje, retomamos o caminho das excelentes relações que sempre tivemos com o Governo espanhol (...) O rei e eu somos velhos amigos", disse. Após afirmar que ficou alegre em reencontrar Zapatero, Chávez destacou que sempre teve uma relação especial com o líder socialista espanhol e com o rei Juan Carlos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.