Chefe da máfia Cosa Nostra se enforca em prisão na Itália

Gaetano Lo Presti, de 52 anos, foi preso na terça-feira junto com outras 89 pessoas

Efe,

17 de dezembro de 2008 | 06h51

A Polícia italiana encontrou na noite desta terça-feira, 16, enforcado em sua cela Gaetano Lo Presti, 52 anos, um dos detidos na terça-feira na grande operação que permitiu desarticular um grupo que pretendia reorganizar a Cosa Nostra, a máfia da Sicília. Presti era considerado o chefe da região de Porta Nuova e foi um dos detidos na operação de terça-feira nas regiões da Sicília e Toscana (centro da Itália), na qual foram presas 89 pessoas. O chefe mafioso foi levado ao centro de detenção de Pagliarelli, em Palermo, capital da Sicília, e às 20h30 (de Brasília) a Polícia o encontrou enforcado com seu cinto em um das barras de sua cela. Presti era um dos principais incentivadores da tentativa de reorganizar a cúpula da Cosa Nostra e, segundo os investigadores, tinha assegurado que contava para esta operação com o sinal verde de Giuseppe Salvatore Riina, filho de Totó Riina, que foi "o grande chefe" da máfia siciliana e que atualmente está detido.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaCosa Nostramáfia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.