Chefe de máfia é ferido a tiros na Rússia

Um dos mais poderosos chefões da máfia russa foi ferido a tiros nesta sexta-feira na principal rua comercial de Moscou, como parte do que a mídia local definiu como uma batalha pelo controle do submundo do crime.

REUTERS

17 de setembro de 2010 | 09h09

Aslan Usoyan, de 73 anos, conhecido no mundo do crime como "Vovô Hassan", foi alvejado no estômago quando saía de seu carro, a apenas 1 quilômetros do Kremlin, disseram promotores. Usoyan está em estado grave, numa Unidade de Terapia Intensiva.

Fontes no setor judiciário, citadas pela mídia local, disseram que o ataque era parte de uma guerra entre os mais poderosos grupos do crime organizado, que não chegaram a um acordo sobre divisão de territórios.

Durante o caos que se seguiu à derrocada da União Soviética, em 1991, havia matanças quase diárias enquanto grupos criminosos se apoderavam da economia russa, mas nos últimos anos não ocorreu nenhuma grande guerra no mundo do crime de Moscou.

"A investigação está focando várias possibilidades, embora a principal seja a de tentativa de assassinato relacionada com as possíveis atividades criminosas de A. Usoyan", disse um porta-voz da principal unidade investigativa da Procuradoria-Geral.

(Reportagem de Guy Faulconbridge)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAMAFIAATENTADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.