Chefe humanitária da ONU visita refugiados sírios na Turquia

A chefe de Assuntos Humanitários da ONU, Valerie Amos, chegou à Turquia nesta sexta-feira, após viagem à Síria, para visitar campos de refugiados levantados para milhares de sírios que atravessaram as fronteiras para fugir do conflito, afirmou uma autoridade da entidade à Reuters, em Ancara.

REUTERS

09 de março de 2012 | 10h24

O número de refugiados sírios que cruzaram a fronteira para a Turquia tem crescido nos últimos dias. Mais 250 pessoas, incluindo dois generais, fugiram e buscaram refúgio no campo, afirmou o Ministério de Relações Exteriores.

Em torno de 12 mil estão registrados nos campos montados para abrigá-los na província de Hatay, ao sul da Turquia, incluindo aproximadamente 800 civis que chegaram durante a semana passada, de acordo com oficiais do ministério.

A maioria está atemorizada pelos ataques das forças de segurança da Síria contra os rebeldes no bairro de Baba Amr, em Homs, disseram as autoridades.

Valerie chegou na Turquia na manhã desta sexta-feira, depois de uma viagem à Síria onde disse ter testemunhado uma devastação significativa em Baba Amr. Ela quer saber o que aconteceu com os habitantes do bairro que resistiram ao cerco militar de 26 dias antes de os rebeldes se retirarem há uma semana.

Uma autoridade do Ministério de Relações Exteriores da Turquia disse que Valerie encontraria o chanceler Ahmet Davutoglu. Ela também deveria fazer um comunicado no aeroporto de Ancara, antes de pegar o avião para Istambul, segundo um funcionário da ONU.

A Organização das Nações Unidas estima que mais de 7.500 civis já morreram na repressão de Assad aos levantes populares.

(Reportagem de Tulay Karadeniz; Texto de Daren Butler)

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIAVALERIEAMOSREFUGIADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.