Chirac diz que votaria em socialista para presidente da França

O ex-presidente francês Jacques Chirac deu a entender neste sábado que pode mudar de campo político, ao dizer que votaria no candidato socialista François Hollande na eleição presidencial do ano que vem na França.

REUTERS

11 de junho de 2011 | 16h50

Chirac, de 78 anos, presidiu a França por 12 anos, até 2007. No começo da semana ele havia dito que tinha pouco em comum com seu sucessor também conservador, o atual presidente Nicolas Sarkozy, em quem não consegue confiar, segundo afirmou. Sarkozy provavelmente vai candidatar-se à reeleição.

Durante uma visita a um museu, Chirac e Hollande caminharam juntos, de bom humor. O ex-presidente disse que iria votar no candidato de esquerda, a menos que um velho amigo, Alain Juppé, atualmente no cargo de ministro de Relações Exteriores no governo de Sarkozy, resolva candidatar-se.

"Posso dizer que votaria em Hollande", declarou Chirac.

Um radiante Hollande, favorito no momento para se tornar o candidato do Partido Socialista na eleição de abril, minimizou os comentários de Chirac.

"Ele estava fazendo graça. Era só para aborrecer seus amigos", disse Hollande. "Ele falou isso com um sorriso. Eu não interpretaria como uma declaração de intenção."

Brincadeira ou não, outros socialistas se entusiasmaram diante do comentário de um ex-presidente que continua agradando os mais velhos.

"O que isso nos diz é que uma porção de franceses não quer a opção Sarkozy em 2012", disse o parlamentar socialista Jean-Marie Le Guen, falando à TV BFM.

Nos excertos de um livro de memórias que deve publicar este mês, Chirac descreveu uma ocasião em que Hollande se comportara como um autêntico "estadista".

No livro ele define Sarkozy como "nervoso, impetuoso, transbordando de ambição e sem nenhuma dúvida sobre coisa alguma, e acima de tudo sobre si mesmo".

(Reportagem de Brian Love)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCACHIRACHOLLANDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.