Cidade da Irlanda do Norte enfrenta tumultos após explosão

Manifestantes atiraram coquetéis molotov contra a polícia na cidade de Lurgan, na Irlanda do Norte, na noite de sábado, perto da cena de uma explosão que feriu três crianças horas antes, segundo autoridades.

IAN GRAHAM, REUTERS

15 de agosto de 2010 | 11h48

O tumulto, que durou horas, foi o incidente mais recente em um surto de violência que foi instigado por grupos dissidentes republicanos armados que se opõem ao processo de paz da Irlanda do Norte.

A Irlanda do Norte sofreu três décadas de conflitos violentos entre os lealistas (a maioria protestantes), que querem continuar fazendo parte do Reino Unido, e os republicanos (a maioria católicos), que querem uma Irlanda unida.

Um acordo de paz assinado em 1998 abriu o caminho para um governo em que lealistas e republicanos dividem o poder. A violência diminuiu ao longo dos anos, mas ainda há grupos dissidentes armados.

Esta é a época de paradas protestantes, que geralmente detonam protestos violentos dos católicos.

Tudo o que sabemos sobre:
IRLANDAVIOLENCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.