Começa votação antecipada para escolher sucessor de Putin

Residentes no exterior e moradores de locais de difícil acesso já podem votar; eleições acontecem em 2 de março

Efe,

15 de fevereiro de 2008 | 06h38

Começou nesta sexta-feira, 15, em 28 regiões russas a votação antecipada para escolher o sucessor do presidente Vladimir Putin. O pleito terá mais de dois mil colégios eleitorais. Entre 140 mil e 150 mil russos poderão depositar seu voto de forma antecipada em 276 pontos remotos e de difícil acesso no país, segundo contempla a lei eleitoral. "A votação antecipada significa uma despesa de perto de 100 milhões de rublos (cerca de US$ 4 milhões)" isso se as eleições acontecerem em um só turno, indicou Elena Dubovrina, membro da Comissão Eleitoral Central (CEC), citada pela agência Interfax. Se ocorrer o segundo turno, a despesa total pela votação antecipada pode chegar a 200 milhões de rublos. Também poderão votar antes das eleições de 2 de março cerca de 60 mil russos residentes no exterior, através de suas respectivas embaixadas e consulados gerais, informou o secretário da CEC, Nikolai Konkin. No dia 2 de março a Rússia elegerá o sucessor do presidente Vladimir Putin, que está impedido pela Constituição de tentar um terceiro mandato consecutivo. Todas as pesquisas indicam que o vice-primeiro-ministro Dmitri Medvédev é o grande favorito.

Mais conteúdo sobre:
RússiaVladimir Putin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.