Confiança em governo francês cai, mostra pesquisa

Os franceses estão cada vez maisinsatisfeitos com seu governo, seis meses depois de ele assumiro poder, e estão impacientes por resultados, mostrou uma novapesquisa. Setenta e cinco por cento da população francesaentrevistada nos dias 20 e 21 de dezembro não confia nacapacidade do governo de aumentar o poder de compra doscidadãos, contra 64 por cento no levantamento realizado emagosto. "Após um semestre de ação, há uma forte queda na confiançano governo", disse o levantamento do Ifop, que será publicadono domingo no jornal Dimanche Ouest France. "Pode-se estar inclinado a interpretar essa queda naconfiança como um crescente sinal da impaciência para verimplementadas medidas que produzam resultados, principalmentena área de poder de compra", acrescenta o levantamento. Dados recentes mostraram que o gasto do consumidor francêscaiu inesperadamente em novembro. A publicação da pesquisa vem em um momento em que analistastemem que as reformas do presidente francês, Nicolas Sarkozy,para dar vida nova à economia possam ser afetadas pelaexpectativa de uma piora no cenário global em 2008. O partido UMP, de Sarkozy, também enfrenta pressões porresultados antes das eleições municipais de março. A pesquisa do Ifop mostra ainda que 73 por cento dosentrevistados tem fé nos esforços do governo para reduzirimpostos, contra 57 por cento em agosto. Enquanto isso, somente42 por cento disseram confiar na eficiência das medidas paracombater o desemprego, ante 53 por cento há quatro meses. O levantamento foi realizado junto a 961 pessoas com maisde 18 anos e pertencentes a vários grupos. (Por Astrid Wendlandt)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.