Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Conheça os candidatos espanhóis ao cargo de premiê

Espanha realiza eleições para o cargo de primeiro-ministro no domingo; Zapatero tenta a reeleição

Reuters,

06 de março de 2008 | 13h45

A Espanha realiza no domingo, 9, as eleições gerais e escolhem o próximo primeiro-ministro do país. O atual premiê, José Luis Rodríguez Zapatero, tenta a reeleição e tem vantagem nas pesquisas de intenção de voto, assim como o seu Partido Socialista. Mariano Rajoy, líder do maior partido oposicionista da Espanha, o Partido Popular, é seu principal rival na disputa. Conheça os principais candidatos ao cargo:  José Luis Rodríguez Zapatero Exceto um breve período no qual trabalhou como professor de direito, Zapatero, um premiê socialista, devotou toda a sua vida à política e, em 1986, transformou-se no mais jovem candidato a ser eleito para o Parlamento. Em 2004, em um pleito ocorrido dias depois de atentados a bomba realizados por um grupo ligado à Al-Qaeda em trens de Madri terem matado 191 pessoas, Zapatero derrotou o governo do Partido Popular (PP, conservador e pró-EUA), tirando essa legenda do poder. Os socialistas beneficiaram-se do fato de o PP ter acusado errônea e precipitadamente o grupo separatista basco ETA pelos atentados. Poucas semanas depois de assumir o cargo, o novo dirigente cumpriu uma promessa de campanha e retirou os soldados espanhóis do Iraque. Em uma manobra polêmica, Zapatero deu início a negociações de paz com o ETA. Esse processo foi interrompido depois de o grupo ter realizado um atentado a bomba no estacionamento de um aeroporto de Madri, em dezembro de 2006, matando duas pessoas. O atual governo espanhol implantou várias reformas, incluindo a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo, em 2005. Além disso, reduziu a importância da religião no currículo escolar, desgastando suas relações com a Igreja Católica. Zapatero nasceu em Valladolid, no dia 4 de agosto de 1960, e formou-se em direito. O premiê é casado e pai de duas filhas. Mariano Rajoy  Rajoy, ex-vice-primeiro-ministro e ex-ministro do Interior durante o governo de José María Aznar (do PP), antecessor do atual governo espanhol, tem criticado duramente o governo socialista, em especial pelas tentativas de negociação com rebeldes separatistas bascos. Ele foi escolhido pelo ex-primeiro-ministro Aznar para sucedê-lo na liderança do partido, em 2003. O candidato caminhava para tornar-se premiê quando militantes islâmicos realizaram atentados em trens de Madri antes das eleições de março de 2004, contribuindo para que os socialistas obtivessem uma vitória inesperada. Rajoy surpreendeu muitas pessoas ao fazer da imigração, pela primeira vez, uma questão de peso em uma campanha eleitoral na Espanha, defendendo um sistema mais rígido de controle dos imigrantes e restrições sobre o uso do véu pelas muçulmanas. O candidato, de 52 anos, nasceu no noroeste da Espanha, é casado, possui dois filhos e gosta de futebol e de charutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.