Conselho Britânico fecha 2o escritório em cidade russa

O braço cultural do governo britânicoafirmou nesta quinta-feira que suspendeu o trabalho na cidaderussa de Yekaterinburg porque funcionários estão sendoentrevistados pelo serviço de inteligência doméstica do país. O Conselho Britânico, que promove cultura britânica noexterior, com shows e exposições, está no meio de uma crescentedisputa com a Rússia sobre a legalidade de suas unidadesregionais. Mas a questão é parte de um conflito diplomático aindamaior entre Londres e Moscou, seguindo-se ao assassinato doex-agente russo Alexander Litvinenko em solo britânico, detroca de acusações sobre espionagem e da concessão de asilopolítico dado pela Grã-Bretanha a famosos inimigos dopresidente Vladimir Putin. Na quarta-feira, o conselho fechou seu escritório em SãoPetersburgo, depois que funcionários russos foram convocadospelo Serviço Federal de Segurança (FSB), principal sucessor daKGB. "Os serviços normais oferecidos pelo Conselho Britânico emYekaterinburg não podem ser oferecidos hoje porque asentrevistas do FSB com funcionários continuam", disse umaporta-voz do conselho, por telefone, em Londres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.