Convidado mata nove pessoas durante festa em uma casa a noroeste de Moscou

Após consumir 'bebidas espirituosas', o suspeito saiu do local, voltou com sua espingarda e assassinou 5 homens e 4 mulheres

AFP

04 de junho de 2017 | 09h03

Uma festa celebrada em uma casa a noroeste de Moscou terminou em tragédia depois que um dos participantes, que foi preso, disparou contra os convidados e matou nove deles em função de uma briga, informaram investigadores russos neste domingo, 4. 

Na noite deste sábado, 3, o suspeito assassinou, com uma espingarda, cinco homens e quatro mulheres durante uma festa na qual houve consumo de álcool e se transformou em uma violenta disputa, em uma casa de campo em Redkino, cidade localizada 110 quilômetros a noroeste da capital russa, segundo o comitê de investigação. 

"Durante a reunião, houve um conflito entre os convidados, o suspeito saiu e logo voltou com sua espingarda de casa", precisaram os detetives em comunidado, acrescentando que o homem havia consumido "bebidas espirituosas". "Houve vários disparos e ao menos nove pessoas morreram", com a mesma fonte. 

O suposto autor do ataque, um moscovita de 45 anos, foi preso por assassinato coletivo depois que alguns sobreviventes conseguiram chamar a polícia. 

Tudo o que sabemos sobre:
rússiaMoscou

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.