Corte Internacional decidirá sobre a independência de Kosovo no fim de julho

Apesar do reconhecimento de 69 países, ONU não emitiu parecer sobre independência kosovar

Associated Press

14 de julho de 2010 | 12h17

HAIA - A mais alta corte das Nações Unidas disse nesta quarta-feira, 14, que irá emitir seu parecer consultivo na semana que vem se a declaração unilateral de independência do Kosovo em 2008 violou a lei internacional.

 

A decisão não vinculativa da Corte Internacional de Justiça irá acompanhada de perto por Kosovo e pela Sérvia, onde tensões ainda continuam altas por causa da declaração de independência. Muitos sérvios consideram Kosovo como o berço de sua nação.

 

O Kosovo foi reconhecido como um Estado independente por 69 países, incluindo os EUA e a maioria das nações da União Europeia. Outros países com grupos separatistas, como a Espanha, também irão monitorar de perto da decisão da corte.

 

A Corte Internacional disse em um comunicado nesta quarta-feira que irá conceder sua opinião em uma audiência pública no dia 22 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.