Criança que participou de 'Supernanny' incendeia casa

Família procurou há dois anos programa de televisão para controlar os cinco filhos

Agências internacionais,

03 de outubro de 2007 | 21h27

Há dois dias a família Young vive em um quarto de hotel. Tudo porque o filho caçula, Joel, de 3 anos, incendiou nesta segunda-feira, 1º, a cozinha da casa onde moram, em Essex, Reino Unido.  O curioso é que em 2005 os pais Paul e Susan procuraram a produção do programa inglês Supernanny , apresentado pela guru em crianças Jo Frost - exibido no Brasil pelo canal pago GNT - com o objetivo de disciplinar o menor e os outros quatro pimpolhos do casal (Nathaniel, agora com 11, Caleb, 10 , Benjamin, 8 e Jacob, 6). Durante o episódio com os Youngs, a educadora chegou a classificar o comportamento dos meninos como rebelde. "Eles não respeitam o lar, os pais, nem uns aos outros. É tão ruim que levam os pais ao limite", disse Jo. No mês passado, os Youngs - agora separados - já tinham sido notícia ao declarar que a atitude das crianças piorou após o período em frente às câmeras. "A Supernanny mostrou a eles que limpar o jardim é um exemplo de disciplina. Eles sempre ficam felizes lá. A questão é quando pedimos algo que eles não querem fazer", disse Susan ao jornal The Daily Mail. O programa Supernanny é sucesso no Reino Unido e nos Estados Unidos. Jo Frost é a "nanny" com a difícil tarefa de educar crianças utilizando métodos pedagógicos. A cada episódio uma família recebe a visita da Frost durante duas semanas. No Brasil, o SBT exibe desde 2006 uma versão nacional com a educadora de Cris Poli.

Tudo o que sabemos sobre:
Supernanny

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.