Croatas elegem deputados do novo Parlamento

Em cada uma das 10 unidades eleitorais da Croácia serão eleitos 14 parlamentares

EFE

25 de novembro de 2007 | 06h12

Cerca de quatro milhões de croatas elegem neste domingo os deputados do novo Parlamento, com uma previsão de igualdade entre a conservadora União democrática da Croácia (HDZ), do primeiro-ministro Ivo Sanader, e o opositor Partido Social-Democrático (SDP). Os 6.700 colégios eleitorais abriram suas portas às 7h local (4h de Brasília). Além disso, cerca de 400.000 croatas votarão no exterior, entre eles 300.000 na vizinha Bósnia-Herzegovina, em 265 colégios adicionais em 53 países. Em cada uma das 10 unidades eleitorais da Croácia serão eleitos 14 deputados, oito cadeiras adicionais estão reservadas para as minorias nacionais, e os croatas do exterior podem escolher até 12 parlamentares, segundo uma cota não fixa que depende da participação, para um total de 150 a 160 deputados. O processo eleitoral será seguido por cerca de 5.000 observadores, entre eles 22 da OSCE (Organização de Segurança e Cooperação na Europa). As primeiras estimativas de voto, segundo pesquisas de boca-de-urna, serão conhecidas no fechamento dos colégios, às 19h (16h de Brasília), e a Comissão eleitoral estatal publicará seus primeiros resultados parciais às 21h (18h em Brasília).

Tudo o que sabemos sobre:
Croácia, eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.