Destroços do F-16 desaparecido na Itália podem ter sido encontrados

Mergulhadores da Guarda Costeira italiana, procurando um F-16 norte-americano e seu piloto desaparecidos, estavam concentrando a busca nesta terça-feira nas águas onde um barco pesqueiro encontrou destroços que podem pertencer ao caça, disse um oficial da Guarda Costeira.

Reuters

29 de janeiro de 2013 | 15h51

Os destroços, incluindo fragmentos de aço carbono, foram encontrados flutuando no norte do Mar Adriático durante a noite, disse o contra-almirante Francesco Saverio Ferrara. A Força Aérea dos Estados Unidos disse em comunicado nesta terça-feira que poderiam ser destroços da aeronave desaparecida.

"Esperamos descobrir mais durante o dia para que possamos ter uma imagem mais completa do que aconteceu", disse Ferrara.

O jato desaparecido decolou da Base Aérea de Aviano em um exercício de treinamento na tarde de segunda-feira, e a torre de controle perdeu o contato com o avião por volta das 17h (horário de Brasília).

As operações de busca e resgate estão sendo conduzidas por mar do porto de Ravenna, e aviões da Força Aérea de Aviano estão liderando a busca do ar, disse Ferrara.

Neve e chuva atrasaram a operação durante a noite, e nesta terça-feira a névoa estava diminuindo a visibilidade, disse a Guarda Costeira.

(Reportagem de Giorgio Benvenuti)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIAAVIAODESAPARECIDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.