Eleições locais em Glasgow questionam liderança de Brown

Partido britânico pode ter nova derrota e enfraquecer legenda após perder importantes cidades em maio

Agências internacionais,

24 de julho de 2008 | 08h54

Após as recentes derrotas em duas eleições regionais, o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, pode sofrer nesta quinta-feira, 24, um novo revés eleitoral em sua terra natal, a Escócia, na votação que acontece na região de Glasgow Leste.   As eleições em Glasgow Leste, uma das sete circunscrições eleitorais da cidade escocesa, foram convocadas após a renúncia do trabalhista David Marshall, que decidiu se afastar do cargo por problemas de saúde. Marshall obteve 60% dos votos nas eleições de 2005.   Brown, em queda livre nas pesquisas, está arriscado a chegar no próximo Congresso anual do Partido Trabalhista, em setembro, com uma série de derrotas com 1 ano e três meses de governo, desde que substituiu Tony Blair no cargo de primeiro-ministro.   Em maio, o Partido Trabalhista foi derrotado nas eleições locais no pior desempenho da sigla em quatro décadas. Os trabalhistas perderam tradicionais bastiões, em uma votação que levantou dúvidas sobre a capacidade de Brown para conduzir o partido à vitória nas eleições gerais.   Dos 159 municípios em jogo na Inglaterra e no País de Gales, os conservadores conseguiram 256 vereadores e 12 municípios, enquanto os trabalhistas perderam 331 vereadores e nove municípios, incluindo a capital britânica, e os liberal-democratas ganharam 34 vereadores e um município. A participação eleitoral, segundo os meios de imprensa britânicos, foi estimada em torno dos 35%.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.