Em Copenhague, Lula diz que Brasil pode organizar Olimpíada

Presidente brasileiro usa slogan da campanha de Obama ao dizer "sim, nós podemos" realizar os jogos no Rio

Jamil Chade, de O Estado de S. Paulo

01 de outubro de 2009 | 04h10

O presidente Luis Inácio de afirmou nesta quinta-feira, 1º, em Copenhague que "o Brasil quer provar que pode organizar os Jogos Olímpicos e que evento pode acontecer em qualquer lugar do mundo". Usando o slogan de Barack Obama em sua campanha eleitoral nos Estados Unidos, Lula insistiu: "sim, nós podemos (yes, we can)".

 

O presidente passará o dia em lobby intenso com os integrantes do COE - Comitê Olímpico Internacional - em busca de votos. A escolha dos Jogos Olímpicos de 2016 ocorre nesta sexta-feira, 2, em Copenhague.

Além de Lula, o rei da Espanha, Juan Carlos, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, estarão em Copenhague para a eleição da cidade que irá sediar o evento.

 

 

 

Lula e o time de estrelas brasileiras: Pelé, Daniel Dias e Cesar Cielo na chagada à Copenhage

 

Ele ainda aproveitou para alfinetar os demais concorrentes lembrando que no Brasil haverá facilidade para a entrada de estrangeiros para assistir os Jogos Olímpicos.

 

Lula vem criticando nos últimos meses as políticas imigratórias dos Estados Unidos e Europa.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
CopenhagueBrasilJogos Olímpicos2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.