Em um mês, aprovação de Hollande cai 7 pontos, diz pesquisa

Com pouco mais de um mês de mandato, a taxa de aprovação do presidente francês, François Hollande, caiu sete pontos percentuais, refletindo o crescente mal-estar econômico e receios com medidas de austeridade, à medida que seu governo socialista luta para controlar os gastos e impulsionar o crescimento.

ALEXANDRIA SAGE, Reuters

29 de junho de 2012 | 11h12

A confiança em Hollande "para efetivamente enfrentar os principais problemas que pesam sobre o país" caiu de 58 para 51 por cento no final de maio, de acordo com pesquisa realizada pela empresa de sondagem CSA, publicada na edição de sexta-feira do jornal Les Echos.

O primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, que está prestes a apresentar emendas ao Orçamento que definem aumentos de impostos na próxima semana, também viu a sua aprovação cair sete pontos, para 49 por cento.

Com o capital político de Hollande declinando tão cedo em seu mandato, os planos para conter o déficit e a dívida por meio de aumentos de impostos e cortes profundos de gastos poderiam se tornar ainda mais complicados.

Pesquisas realizadas no último mês têm concedido a ele índices de aprovação mais baixos do que os equivalentes de seu antecessor, Nicolas Sarkozy, no início do seu mandato em 2007.

"A ansiedade dos franceses em relação à situação econômica continua enorme, e o anúncio dos números fracos de emprego no início da semana certamente influenciou alguns entrevistados", informou o CSA sobre os resultados de pesquisa.

O desemprego subiu por 13 meses na França, com o número de pessoas desempregadas atingindo o nível mais alto desde agosto de 1999 em abril, último mês para o qual existem dados disponíveis.

A preocupação da população, de acordo com o instituto CSA, foi agravada pela "incerteza" sobre medidas para cobrir um déficit orçamentário que vai exigir de 7 a 10 bilhões de euros para atingir uma meta de 4,5 por cento para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2012.

O desencanto dos radicais de esquerda contribuiu para a menor taxa de aprovação de Hollande, revelou a pesquisa.

O CSA entrevistou para a pesquisa 1.005 pessoas por telefone nos dias 26 e 27 de junho.

Mais conteúdo sobre:
FRANCAHOLLANDEPOPULARIDADECAI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.