AP
AP

Enchentes em Istambul matam pelo menos 20 pessoas

Lado europeu da cidade turca sofre as chuvas mais intensas dos últimos 80 anos; oito estão desaparecidos

Associated Press e Reuters,

09 de setembro de 2009 | 09h09

 Pelo menos 20 pessoas morreram na inundação desta semana em Istambul que alagou casas, transformou estradas em rios e afogou sete mulheres que estavam num micro-ônibus a caminho do trabalho. Além disso, dezenas de carros e telhados de casas foram destruídos. Segundo o governador da província, Muammer Guler, há ainda oito desaparecidos e 20 pessoas estão feridas.

 

Veja também:

mais imagens Fotos: Galeria de imagens

 

Helicópteros militares sobrevoaram nesta quarta-feira bairros no lado europeu da maior cidade turca, que há dois dias sofre as chuvas mais intensas dos últimos 80 anos. Equipes de resgate colocaram tábuas e escadas para retirar motoristas retidos em carros e caminhões no meio da correnteza.

 

As águas subiram mais de um metro no distrito Ikitelli, paralisando a rota que vai até o principal aeroporto de Istambul e uma rodovia para Grécia e Bulgária, no lado europeu da cidade. O vice-governador da província de Istambul, Hikmet Cakmak, descreveu a cena no distrito de Ikitelli como um "desastre". Segundo ele, quatro helicópteros e oito botes foram enviados para auxiliar o resgate.

 

Bombeiros de Istambul recuperaram sete corpos, na quarta-feira, em um estacionamento para caminhões em Ikitelli, segundo a agência Anatólia. Sete outros corpos estavam próximos de fábricas têxteis, no vizinho distrito de Halkali.

 

Os históricos bairros de Sultanahmet, com suas mesquitas e palácios à beira do estreito do Bósforo, e de Beyoglu, com suas ruelas sinuosas, foram pouco afetados. O rápido crescimento populacional, impulsionado por décadas de migração das empobrecidas regiões rurais turcas, levou Istambul a tornar-se uma metrópole de 15 milhões de habitantes, sem infraestrutura adequada e com planejamento urbano ruim.

 

Os voos no aeroporto Ataturk não foram afetados pela água. Contudo, muitos passageiros não conseguiam chegar ou partir do local. A previsão é que ocorra mais chuvas no noroeste turco na quinta-feira.

 

"Meu amigo ficou preso no caminhão depois que a água subiu de repente. O veículo parou de funcionar depois de encher de água. Nós o resgatamos com um molinete", disse Kamil Coskun à TV Reuters no bairro de Ikitelli.

Tudo o que sabemos sobre:
Turquiaenchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.