Enchentes são as piores já vistas, diz técnico britânico

Pelo menos 350 mil casas estão sem água e 50 mil sem energia elétrica desde o início das chuvas, na sexta

BBC Brasil, BBC

24 Julho 2007 | 07h43

As enchentes que atingem o Reino Unido desde a última sexta-feira são as piores da história do país, disse nesta terça-feira, 24, o gerente da agência do governo para questões ambientais (Environment Agency), Anthony Perry.  Veja Também Vítimas vêem caos ao voltar para casa  "Nós não vimos enchentes dessa magnitude antes e este é um caso extremo. O padrão para enchentes sempre foram as ocorridas em 1947 no rio Severn e esta supera (o padrão)", afirmou o chefe responsável pela avaliação de riscos da agência. Dezenas de pessoas foram resgatadas por helicóptero nas áreas mais atingidas, na região central e oeste da Inglaterra. Pelo menos 350 mil casas ficaram sem água corrente e 50 mil sem energia elétrica por causa das inundações, que começaram na sexta-feira. Equipes de emergência trabalharam durante toda a noite para tentar proteger a subestação de eletricidade de Walham, perto de Gloucester, que também foi inundada. Lá o nível da água chegou a 5 centímetros abaixo do muro externo.  Mas reparos em uma outra subestação em Gloucester, Castlemeads, também atingida pela enchente, permitiram que o fornecimento de energia elétrica fosse restaurado em mais de 48 mil casas. A Ministra do Meio Ambiente do Reino Unido, Hilary Benn, advertiu que a situação de emergência "está longe do fim e há grande possibilidade de mais inundações". A Environment Agency advertiu que a previsão meteorológica indica instabilidade nos próximos três ou quatro dias, e até uma precipitação moderada pode fazer com que o nível dos rios aumente de novo. A agência emitiu sete alertas de enchentes, inclusive para três trechos do rio Severn, dois no Tâmisa. Estes são os dois maiores rios do Reino Unido. A Associação de Seguradores Britânicos estima que a conta para cobrir os estragos provocados pelas enchentes dos meses de junho e julho no país chegue a 2 bilhões de libras (R$ 7,6 bilhões).

Mais conteúdo sobre:
EnchenteReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.