Encontrado esconderijo e material explosivo da ETA na França

Apreensão fez parte da operação realizada um dia antes que resultou na prisão de três traficantes de armas

Efe,

20 de agosto de 2009 | 12h19

Uma grande quantidade de material explosivo foi encontrada pelas forças de segurança da França nesta quinta-feira, 20, em um novo esconderijo da grupo separatista basco ETA no sul do país, informaram fontes ligadas às investigações.

 

As autoridades afirmam que a quantidade exata de explosivos que a ETA ocultava neste esconderijo ainda é desconhecida, mas as fontes informaram que já foram encontrados cinco barris com capacidades de aproximadamente duzentos litros.

 

No esconderijo, situado em Camplong-d'Aude (região de Languedoc-Roussillon), também foram encontrados componentes eletrônicos, dois revólveres, duas caixas de mil cartuchos, um silenciador, 83 detonadores, 450 metros de cabos de detonação, dez quilos de nitrato de amoníaco, nitrato de sódio, álcool e acetona.

 

A apreensão aconteceu na mesma operação da quarta-feira que acabou na prisão de três supostos membros da organização terrorista - Alberto Machaín, Aitzol Etxaburu e Andoni Sarasola, que seriam responsáveis de abastecer o grupo com armas e explosivos.

 

A operação também descobriu em Ferrières, nos Altos Pirineus e a apenas 40 quilômetros da fronteira espanhola, um esconderijo com mais de cem quilos de explosivos. Foram encontrados cem quilos de nitrato de amoníaco e doze litros de nitrometano, componentes que servem para a fabricação de amonitol, um explosivo de grande potência, que o ETA já usou em várias ocasiões.

 

As detenções foram feitas numa casa em Villarembert, na região de Savoie, onde também foram encontrados 4 revólveres, 42 detonadores industriais e vinte bombas caseiras de pequeno porte. A operação continua em andamento e não se descarta a descoberta de novos esconderijos da ETA.

Tudo o que sabemos sobre:
ETAterrorismoEspanhaFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.