Encontrado possível corpo de última vítima do Costa Concordia

Encontrado possível corpo de última vítima do Costa Concordia

Segundo autoridades, cadáver seria de Russel Rebello, garçom indiano que trabalhava no navio; teste de DNA deve determinar identidade da vítima

O Estado de S. Paulo

03 de novembro de 2014 | 13h42

A Guarda Costeira da Itália afirmou nesta segunda-feira, 3, que um corpo encontrado nos destroços do Costa Concordia é provavelmente do último desaparecido entre as vítimas do naufrágio do luxuoso navio de cruzeiro há quase três anos.

Russel Rebello, um indiano que trabalhava como garçom no navio quando o Costa Concordia bateu nas rochas e afundou na costa da Toscana em janeiro de 2012, deixando 32 mortos, era a última pessoa ainda desaparecida após o desastre.

Uma porta-voz da Guarda Costeira na cidade portuária de Gênova, para onde a embarcação de 290 metros foi rebocada como sucata em julho, disse à Reuters que o corpo encontrado no navio era "supostamente a última vítima, Russel Rebello".

O corpo foi encontrado em uma cabine de passageiros no oitavo convés por trabalhadores que desmontam o navio. Pelo Facebook, o irmão de Rebello, Kevin Rebello agradeceu "todos que rezaram e acreditaram que um dia ele (Russel) seria encontrado".

Um teste de DNA deve ser feito nos próximos dias para confirmar a identidade da vítima.       

O naufrágio do Concordia provocou uma retirada caótica de passageiros durante a noite e uma das maiores operações de resgate marítimo da história. / REUTERS e AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.