Enfermeira com febre é internada em hospital francês sob suspeita de Ebola

Uma enfermeira suspeita de ter sido infectada pelo vírus Ebola por meio do contato com um trabalhador de ajuda humanitária deu entrada em um hospital francês nesta quinta-feira, disse a mídia francesa.

REUTERS

16 de outubro de 2014 | 13h12

A mulher, que sofria de uma forte febre, foi transferida sob alta segurança de sua casa na região de Hauts de Seine, na grande Paris, para o hospital militar de Bégin, em Saint-Mandé, nos arredores da capital, noticiou o jornal Le Parisien.

A mulher esteve em contato frequente com uma enfermeira francesa voluntária que trabalhava para a organização humanitária Médicos Sem Fronteiras e contraiu Ebola na Libéria e foi repatriada no mês passado.

A enfermeira, primeira francesa a ser infectada com a doença, recebeu um tratamento experimental para o vírus e se recuperou em seguida.

O Ministério da Saúde francês não pôde ser contactado para confirmar os relatos. Na semana passada, o ministério disse que não comentaria casos suspeitos de Ebola até que fossem confirmados por exames.

A TV BFM disse que a enfermeira com suspeita de Ebola foi colocada em quarentena, mas ainda seria submetida a exames.

(Reportagem de Alexandria Sage)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCAENFERMEIRAEBOLA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.