Escocesa é primeira mulher da guarda da Torre de Londres

Trabalho foi realizado durante mais de 500 anos somente por homens; Beefeater protegem as jóias da Coroa

REUTERS

03 de setembro de 2007 | 11h40

Uma escocesa de 42 anos tornou-se nesta segunda-feira, 3, a primeira mulher a ocupar o posto de guarda da Torre de Londres, conhecidos como "Beefeaters".Moira Cameron começou a trabalhar como guarda subalterna, "yeoman warder", depois de vencer cinco homens que disputavam com ela o cobiçado cargo. Entre suas tarefas está a de proteger as jóias da Coroa, participar da Cerimônia das Chaves e guiar as visitas de turistas.Moira Cameron é natural de Argyll, no oeste da Escócia, e entrou para o Exército em junho de 1985. Ela vestia o traje tradicional de túnica dourada e vermelha, colarinho branco, meias vermelhas e sapatos negros.Os Beefeaters (comedores de carne), cujo apelido acredita-se que se deva à carne que faz parte de sua alimentação diária, datam de 1485, quando o rei Henrique 7.º formou sua guarda pessoal.Hoje existem 35 Beefeaters, mais o Chefe dos Guardas Subalternos e o Guardião da Prisão, o "yeoman gaoler".Para tornarem-se Beefeaters, os candidatos precisam conquistar medalhas de serviço prolongado nas Forças Armadas e de boa conduta.  Cerca de 2 milhões de pessoas de todo o mundo visitam a Torre de Londres a cada ano.

Tudo o que sabemos sobre:
TURISMOBEEFEATERLONDRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.