Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Espanha acha que ETA tentará matar antes das eleições

O ministro espanhol do Interior, AlfredoPérez Rubalcaba, disse na quinta-feira que o grupo separatistabasco ETA tentará cometer novos assassinatos antes das eleiçõesde 9 de março no país. A Espanha está em alerta máximo contra o terrorismo, devidoao início da campanha eleitoral. "[O ETA] está frágil? Sem dúvida. Pode-se aventurar [adizer] que estão mais perto do final? Sem dúvida nenhuma.Pode-se dizer que o processo de diálogo se voltou contra o ETAporque ele o rompeu? Sem nenhuma dúvida também", argumentouRubalcaba em entrevista à TV pública. "Dito isto, o ETA pode ainda matar e lamentavelmenteachamos que daqui até as eleições vão tentar", acrescentou. Também na quinta-feira, o Ministério do Interior ativou onível 3 (máximo) do Plano de Prevenção e ProteçãoAntiterrorista, que reforça a vigilância policial em lugaresmuito movimentados, como shoppings, transportes públicos,eventos esportivos e edifícios emblemáticos. O plano também prevê a proteção a fatos relacionados aoprocesso eleitoral. As Forças Armadas realizarão tarefas deapoio e vigiarão os transportes, as zonas estratégicas e oespaço aéreo. (Reportagem de Emma Pinedo)

REUTERS

21 de fevereiro de 2008 | 10h04

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAETAMORTE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.