Espanha aprova extradição de negociador de armas para EUA

O governo da Espanha autorizou nestasexta-feira a extradição para os EUA de um suposto traficantede armas da Síria acusado de acertar a entrega de armamentospara rebeldes colombianos. Mas Monzer al-Kassar só será repassado às autoridadesnorte-americanas se houver garantias de que o acusado não serácondenado à morte ou à prisão perpétua sem possibilidade deliberdade condicional, disse o governo espanhol em umcomunicado. Os EUA acusam Kassar, preso em Madri em junho do anopassado, de ter negociado a entrega de armas para as ForçasArmadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). O armamento seriautilizado na proteção de rotas de tráfico de cocaína e emataques contra instalações norte-americanas. Morador há vários anos da Espanha, Kassar, conhecido como o"Príncipe de Marbella" por seu estilo de vida pomposo, vendeuarmas desde a década de 70 para a Frente de Libertação daPalestina, a Nicarágua, a Bósnia, a Croácia, o Irã, o Iraque ea Somália, de acordo com a Embaixada dos EUA na Espanha. (Reportagem de Emma Pinedo)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.