Espanha confirma 45 mortos em acidente de avião em Madri

Pelo menos 45 pessoas morreram noacidente com um avião da Spanair ao decolar no aeroporto deBarajas, em Madri, nesta quarta-feira, informou o governoespanhol. Uma fonte dos serviços de emergência disse, noentanto, que cerca de 150 pessoas morreram. Uma grande nuvem de fumaça surgiu no Terminal Quatro doaeroporto, saindo da aeronave McDonnell Douglas MD-82, quefazia o vôo JK 5022 com destino a Las Palmas, nas IlhasCanárias. A aeronave levava 166 passageiros e seis tripulantes,informou a Spanair. O gabinete do governo espanhol em Madri confirmou 45mortes, enquanto 19 pessoas estavam gravemente feridas e outras35 saíram ilesas. Mas uma fonte dos serviços de emergência disse que o númerode mortos é muito maior e que somente cerca de 25 pessoassobreviveram. "Eles estão retirando corpos carbonizados. O avião estátotalmente destruído", disse a fonte. Segundo uma testemunha da Reuters, a polícia bloqueou asduas saídas da pista, onde cerca de 20 ambulâncias e váriasviaturas dos bombeiros estavam estacionadas. Dezenas de familiares das vítimas começavam a chegar aoaeroporto de Las Palmas, na ilha de Gran Canária, onde foramlevadas para uma sala afastada da imprensa e amparadas porpsiquiatras da Cruz Vermelha. REUTERS ES FE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.