Espanha detém 13 acusados de financiar terrorismo islâmico

Polícia investiga envio de recursos de roubo e tráfico de drogas para a Argélia; todos residiam em Bilbao

AP,

20 de maio de 2009 | 10h28

A polícia espanhola prendeu 13 pessoas na cidade de Bilbao suspeitas de financiar um grupo terrorista islâmico na Argélia, região norte da África, informou o Ministério do Interior da Espanha nesta quarta-feira, 20.

 

"Estamos investigando se por meio dos crimes cometidos havia desvio de fundos para financiar o terrorismo internacional", disse o ministro Alfredo Pérez Rubalcaba.

 

Entre os presos estão 12 argelinos e um iraquiano, todos residentes em Bilbao. O ministério disse que eles se envolveram em roubos, venda de artigos roubados e tráfico de drogas. A polícia aprendeu passaportes roubados, facas e outros objetos usados nos crimes.

 

As autoridades espanholas já prenderam dezenas de possíveis militantes radicais islâmicos desde os ataques nos Estados Unidos em setembro de 2001 e o ataque a trens suburbanos de Madrid em março de 2004.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaterrorismoArgélia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.