Espanha deve receber ajuda da UE em 15 de dezembro, diz jornal

Segundo o 'El Pais', autoridades vão transferir 35 bilhões de euros para o banco estatal da Espanha em troca de demissões em massa em quatro bancos nacionalizados

Reuters

25 de novembro de 2012 | 11h38

As autoridades europeias vão transferir 35 bilhões de euros do fundo de resgate para o banco estatal da Espanha em 15 de dezembro, em troca de demissões em massa em quatro bancos nacionalizados do país, incluindo o Bankia, segundo informou o jornal El Pais no domingo.

A injeção de dinheiro do fundo europeu será distribuída aos problemáticos bancos espanhóis duas semanas depois de ser paga ao fundo de restruturação bancário da Espanha, ou FROB, disse o jornal.

O Bankia, que buscou um resgate de 23,5 bilhões de euros em maio, deverá ser forçado a demitir até 6 mil pessoas de sua equipe de 20 mil, enquanto o banco NovaGalicia demitiria 2 mil de um total de 5,8 mil empregados, disse o El Pais, citando fontes europeias e bancárias.

Bankia e NovaGalicia se recusaram a comentar a reportagem, que também disse que os bancos teriam que fechar mil agências.

Caixa Catalunya (CX) e Banco de Valência, os outros dois nacionalizadas, estão sendo vendidos, e as condições seriam impostas aos compradores, disse o jornal.

O Ministério da Economia de Espanha também se recusou a comentar sobre a data em que o auxílio pode ser desembolsado para o fundo de resgate do Estado e sobre as quantidades exatas.

O pagamento será o primeiro que o governo espanhol receberá, de um total de até 100 bilhões de euros de ajuda anunciada em junho.

(Reportagem de Jesus Aguado)

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAAJUDABANCOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.