Espanha fecha portos e aeroportos em Mallorca após explosão

A polícia espanhola fechará todos os portos e aeroportos na ilha de Mallorca para tentar impedir a fuga dos responsáveis pela explosão de uma bomba que matou dois policiais, informou o governo em um boletim divulgado nesta quinta-feira.

REUTERS

30 de julho de 2009 | 11h26

A explosão aconteceu em um quartel policial em Palmanova, próximo da localidade de Calviá, na ilha que é um dos principais destinos turísticos da Espanha.

Segundo veículos de comunicação espanhóis, um carro-bomba explodiu diante de um edifício multifuncional da Guarda Civil, que fica perto de um quartel do Corpo de Bombeiros.

Uma testemunha disse que a explosão foi muito forte, incluindo chamas.

Na quarta-feira, um carro-bomba deixou 46 feridos ao explodir também em um quartel da Guarda Civil na cidade de Burgons, no norte do país.

As autoridades culparam o grupo separatista basco ETA pelo ataque de quarta-feira.

(Reportagem de Jason Webb)

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAMALLORCAAEROPORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.