Espanha prende suspeito de ser agente duplo russo

A inteligência da Espanha prendeu um suposto agente duplo que estava mandando segredos de Estado para a Rússia, informou na terça-feira o chefe do Centro Nacional de Inteligência (CNI), segundo uma rádio local. O agente trabalhou para a Rússia até 2004, disse Alberto Saiz, de acordo com a rádio Cadena Ser. O suposto espião, detido na segunda-feira nas Ilhas Canárias, revelou dezenas de identidades, assim como outras informações sobre o serviço de espionagem espanhol a partir de 2001, disse Saiz. Ele ressaltou, contudo, que nenhuma informação sobre a luta antiterrorismo do país foi revelada. "A segurança nacional não esteve sob risco", declarou, acrescentando que nenhum dado de segurança sobre a União Européia (UE) ou a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) foi repassado. (Reportagem de Jason Webb)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.