Espanha prende três com explosivo 'muito potente', diz jornal

Segundo o El País, os dois presos têm 18 e 19 anos e objetivo seria atingir uma agência imobiliária na Galícia

14 de dezembro de 2007 | 13h26

A Guarda Civil espanhola prendeu na madrugada desta sexta-feira, 14, dois jovens em Coruña, noroeste da Espanha, que levavam um explosivo "muito potente", segundo fontes da polícia. A informação é do jornal espahol El País, segundo o qual os presos são militantes independentistas e têm 18 e 19 anos. Um terceiro envolvido também foi preso.   As prisões ocorreram quando os dois jovens manipulavam o explosivo perto de uma imobiliária. O terceiro estava no veículo usado na operação. As primeiras investigações apontam que o alvo dos três militantes era a agência imobiliária.   A polícia investiga agora a possível relação dos presos com outras explosões ocorridas na região da Galícia no último ano, que causaram apenas prejuízos materiais. Inicialmente, esses atentados foram atribuídos à Resistência Galega, denominação sob a qual atuam diversos grupos independentistas galegos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.