Espião inglês vende câmera com arquivo secreto na web

Comprador encontra imagens com nomes de suspeitos de terrorismo em máquina fotográfica adquirida no eBay

Agência Estado e Associated Press,

30 de setembro de 2008 | 11h37

Um funcionário do serviço britânico de espionagem Mi6 vendeu uma câmera no site eBay com importantes informações de inteligência. No produto havia por exemplo nomes de suspeitos de terrorismo, revelou o jornal The Sun nesta terça-feira, 30. O Ministério das Relações Exteriores britânico confirmou o caso.   A polícia apreendeu a câmera após ser alertada pelo próprio comprador, disse um porta-voz policial. Funcionários do setor de inteligência investigam o caso. O homem de 28 anos, morador de Briton, comprou a câmera Nikon Coolpix por 17 libras (US$ 31) e descobriu o material secreto quando descarregou imagens após passar um feriado nos Estados Unidos, segundo o jornal. Um documento armazenado na câmera trazia a inscrição "ultra-secreto" e detalhava um sistema para descobrir criptografias usado pelos agentes. O comprador não foi identificado.   Em agosto, um cartão de memória com dados pessoais de mais de 10 mil criminosos reincidentes e 84 mil presos em detenções inglesas foi perdido no Reino Unido.  O dispositivo extraviado continha ainda informações da polícia sobre 30 mil pessoas condenadas por diversos crimes por mais de seis vezes neste ano.    Em 2007, o governo confirmou que perdeu nomes e números de contas bancárias de 25 milhões de pessoas beneficiadas pelo serviço social que estavam em dois cds, assim como dados de mais de 7.600 motoristas da Irlanda do Norte. O ministro da Defesa britânico também admitiu no mes passado o roubo ou extravio de 747 computadores portáteis com informações do Ministério nos últimos quatro anos. Além disso, o governo perdeu também documentos confidenciais encontrados em vários trens britânicos, inclusive com informações sobre a Al-Qaeda e a guerra no Iraque.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.