Estação russa registra terremoto na Coreia do Norte

Terremoto teria sido provocado por explosão resultante de segundo teste nuclear no país

25 de maio de 2009 | 02h55

A estação sismológica Yuzhno-Sajalinsk, no extremo oriental da Rússia, registrou nesta segunda-feira, 25, um terremoto no território da Coreia do Norte devido "aparentemente" a uma explosão.

 

"Um terremoto fraco, de 4,7 graus de magnitude, foi registrado às 11h54 hora local a uma profundidade de 10 quilômetros", disse um sismólogo da estação à agência russa de notícias Interfax.

 

Acrescentou que as coordenadas do local onde se localizou o epicentro do movimento telúrico são 41,3 graus latitude norte e 129 graus longitude leste. "Aparentemente o terremoto foi provocado por uma explosão, pois o epicentro foi registrado de uma maneira muito clara, ao contrário dos tremores de terra naturais. Além disso, os terremotos se desenvolvem em várias fases, algo que esta vez não se observou", disse o cientista.

 

A Coreia do Norte, por sua vez, disse que realizou "com sucesso" seu segundo teste nuclear, depois do realizado em outubro de 2006, que lhe acarretou sanções internacionais.

 

"É um assunto muito sério. Devemos verificar toda a informação", declarou à agência oficial Itar-Tass um porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores da Rússia.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteRússiaterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.