Estado Islâmico reivindica autoria de atentado com caminhão em Nice, na França

Notícia foi divulgada em redes sociais e por agência ligada ao grupo

O Estado de S. Paulo

16 Julho 2016 | 08h17

NICE - O Estado Islâmico afirmou neste sábado que o tunisiano que estava ao volante do caminhão utilizado no ataque em Nice, na França, era um 'soldado' do grupo extremista. É a primeira reinvidicação de autoria do atentado ocorrido nesta quinta-feira e que deixou até agora 84 mortos e mais de 200 feridos.

O EI divulgou a informação por meio de redes sociais e por sua agência de notícias. O tunisiano de 31 anos que morreu no ataque, no entanto, não foi identificado pelo nome comunicado.

O primeiro-ministro francês afirmou que "sem dúvidas o motorista do caminhão tem ligação com o islamismo radical". Ainda não ficou esclarecido se o atentado foi um ataque solitário. As autoridades francesas afirmam, neste sábado, que cinco pessoas foram presas após o ataque, mas os detidos não foram identificados. 

A França guarda luto de três dias em homenagem às vítimas. De acordo com agências de notícias, a área do ataque foi reaberta ao tráfego e a população de Nice vai voltando aos poucos à vida normal.

Mais conteúdo sobre:
Estado IslâmicoNiceFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.